11 de dezembro de 2008

Creed

Creed


Eu costumo brincar, dizendo que a marca Creed é celebre por sua lista de clientes celebres. Jogo de palavras a parte, as criações de Creed têm feito furor entre figuras ilustres, através dos tempos.

Fundada em 1760 por James Creed, a empresa conheceu um crescimento fulgurante quando foi designada como fornecedor oficial da corte da rainha Victoria. Logo outros clientes reais solicitaram os favores da marca - de Napoleão III à Imperatriz Eugenie, de Elizabeth da Áustria (a famosa Sissi) a Cristina da Espanha.

Em 1854, a empresa se mudou para Paris, e sua notoriedade cresceu ainda mais. Passando de pai a filho até os dias atuais, Creed é dirigida pela sexta geração de perfumistas, representada por Olivier Creed. Seguindo a tradição de empresa familiar, o filho de Olivier, Erwin é o perfumista senior, enquanto a filha, Olivia, trabalha como designer.

Olivier foi responsável pela elaboração de algumas das fragrâncias mais belas da historia da marca. Green Irish Tweed (1985), Millesime Imperial (1995), Silver Mountain Water (1995), Spring Flower (lançada em 1996), Himalaya (2002), Original Vetiver (2004), Love in White (2005), Original Santal (2006), as edições limitadas Royal Ceylan (2006), Feuille Verte (2006) e Fleur de Gardenia (2006), Virgin Island Water (2007) e o recente Love In Black (outono de 2008) - todos carregam a assinatura de Olivier Creed.

Creed foi, e ainda é, popular entre várias celebridades. Marlene Dietrich, Natalie Wood, Grace Kelly, Jacqueline Onassis, Robert Redford, Madonna, Cary Grant, Ava Gardner, Errol Flyn, John Kennedy, Audrey Hepburn, Winston Churchill, David Bowie, Angelina Jolie e George Clooney - todos sucumbiram a sedução dessa marca atemporal.




Ilustração à direita - a dinastia Creed - de James Henry (1710-1798) a Olivier Henry (1943-...)



Um comentário:

Raquel disse...

Só o fato de criarem um perfume com o nome Green Irish Tweed, já ganhou minha simpatia eterna!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin